Sobre a Cultura Nordestina

A cultura no Brasil é bastante variada por trazer a influência de diferentes povos, como os indígenas, europeus e africanos. Os negros trazidos para o Brasil na época da colonização se instalaram principalmente na região onde hoje está situado o estado de Pernambuco, Bahia e Maranhão.

A cultura nordestina tem características peculiares que é representada de diversas formas: artesanato, culinária, música, dança, ritmo, literaturam teatro, entre outras. Todas essas expressões trazem a herança dos povos supracitados.

O artesanato, por exemplo, é uma tradição nordestina muito forte, que expressa a criatividade dos artistas da terra, através de inúmeros trabalhos, como bordados, rendas, peças feita com cerâmicas, pinturas, esculturas, estandartes, cabeças de coco, artefatos de cipó-canela, produção de redes e mantas, crochês, balaios e outros tipos de cestos, talhas, objetos de couro, de madeira, de lata, de barro, de sisal (como a imagem de fundo do blog) e até a confecção de barcos e outros tipos de transporte.

O folclore também é uma manifestação cultural nordestina, expressada através de danças, músicas e uma mistura de cores que faz desse folclore o mais rico e variado do Brasil. É representado através de festas, mitos, lendas, crendices, costumes, supertições e de danças folclóricas.

Danças Nordestinas:

 

 

 

FONTES: Blog Cultura Nordestina.

3 Comentários

3 opiniões sobre “Sobre a Cultura Nordestina

  1. Em defesa do Nordeste

    Por Jorge A. Barbosa
    jorge.abarbosa@yahoo.com.br
    Não seria verdade se não fosse este povo, que chamados foram por Deus de nordestinos, povo forte e decidido, guerreiros rústicos que enfrenta o sol e a falta de chuva sem reclamar, que supera calado o preconceito de ainda ser visto como um povo sem dentes, não seriamos nos se nossos sonhos não fosse o maior deles apenas um ano de chuva e colheita farta, não seriamos nos, se não fosse nossa maior habilidade o trabalho, e nossa maior devoção a vida, a mãe natureza e seus encantos.

    O Nordeste que sobrevive da luta diária pelo direito a vida, que rasga o véu da ignorância humana quando o diminui sem nenhum fundamento obvio que a faca menor entre outros estados, nordeste guerreiro que se supera na espera eterna de criar seus próprios representantes, daqueles que o decepciona ajuntando-se aos bandos dos sem pátria, o nordeste que paga pelo abandono daqueles que supostamente existem para representá-los.

    Desde o inicio, os coronéis nos condenaram ao medo, e nos privaram do direito ao saber, assim aprendemos a contar com os legumes e frutas, resultados do ardo trabalho braçal, e descobrimos as letras nos versos da fé que celebramos arrastando nos folhetos da novena catada no terreiro do vizinho, criamos a arte do cordel, um livrinho pequeno, mais que levou ao mundo nosso grito em versos e poesias, nos superamos com graça, e assim vencemos o chicote que nos oprimia, o que nos falta ainda vencer a seca resultado da falta de competência dos doutores, que mesmo com toda sua leitura nunca imaginaram que um dia o precioso líquido acabanaria.

    Preocuparam-se tanto em ter, que se esqueceram de ser, nossa historia mereceria muito mais aplausos que preconceitos, somos mais nordestinos que brasileiros ate porque nunca nos viram como parte desta nação, ate os mais iletrados e ilustres de nos, gritaram o mundo pelo nordeste independente.

    Assim, que nos defendera arrogância das elites? Daqueles de pele fina, de mãos sedosas e macias, seremos sempre nos, um povo que mesmo em meio às lutas e escassez diária, ao recebermos a visita sempre vamos colocar o melhor que temos na mesa e servi-los, nossa melhor tolha, mataremos nossa melhor cria e os ofertamos como prova de bondade, nossa pele queimada, não reflete o espirito bondoso e intocado das raízes de nossa gente.

    Somos nordestinos sim, queimados, trabalhados pela terra, valentes por natureza, honrados pelo suor do nosso rosto, corajosos porque nascemos e vivemos da superação, para nos não existe fé se não olharmos para céu azul e crendo que um dia ou a qualquer momento a chuva ira chegar, e molhara nossas sementes para vendermos nossa colheita, alimentando e vestindo nossos filhos, muitos daqueles que nos criticam, não sabem do que vivem, mais nos sabemos o valor de cada bem que temos, assim entendemos que não foi nos que escolhemos o nordeste, foi o nordeste que nos escolheu, e por misericórdia de Deus nascemos e crescemos entre os mais honrados dos estados deste pais chamado Brasil.

  2. ágila tainá

    amei muito saber sobre isso

  3. Renya de Cassia Melo Freitas Barros

    ADOREI MUITAS SUGESTOES QUE IRÃO CONTRIBUIR COM O MEU FAZER PEDAGOGICO.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com. O tema Adventure Journal.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: